Vida de laboratório: compreensão textual por graduandos em química

Patrícia F. O. Cabral, Salete L. Queiroz

Resumo


Neste trabalho investigamos a compreensão textual de graduandos em Química acerca de um capítulo do livro Vida de laboratório. Os estudantes responderam questionários abertos sobre fragmentos do capítulo, com o intuito de averiguar sua compreensão das ideias expostas pelos autores. A análise foi realizada segundo os horizontes de compreensão textual, propostos por Marcuschi. Os resultados apontaram a potencialidade da atividade na aproximação dos estudantes à cultura científica, porém, a compreensão textual oscilou entre o entendimento do texto e a leitura errônea do mesmo, o que sugere a necessidade de novas estratégias para aprimorar tal habilidade ao longo do curso.


Palavras-chave


Compreensão textual; Química; Ensino Superior

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Química. Brasília, 2001. Disponível em: . Acesso em: 21 jul. 2017.

CUNHA, N. B. & SANTOS, A. A. A. Relação entre a compreensão da leitura e a produção escrita em universitários. Psicologia: Reflexão e Crítica, v. 19, n. 2, p. 237-245, 2006.

DASCAL, M. A relevância do mal-entendido. Cadernos de Estudos Linguísticos, n. 11, p. 199-217, 1986.

LATOUR, Bruno & WOOLGAR, Steve. A vida de laboratório: A produção dos fatos científicos. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1997.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

QUEIROZ, S. L. A linguagem escrita nos cursos de química. Química Nova, v. 24, n. 1, p. 143-146, 2001.

ZANON, D. A. V., ALMEIDA, M. J. P. M. & QUEIROZ, S. L. C. Contribuições da leitura de um texto de Bruno Latour e Steve Woolgar para a formação de estudantes em um curso superior de química. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 6, n. 1, p. 56-69, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.