ENSINO DE GEOGRAFIA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: REFLEXÕES, LIMITES, DESAFIOS, POSSIBILIDADES

Leandro Dias de Oliveira, Felipe de Souza Ramão, Marcos Vinicius N. de Melo

Resumo


A concepção de desenvolvimento sustentável vem sendo apresentada, desde sua origem no “Nosso Futuro Comum” e celebração na “Agenda 21”, como um receituário “inconteste” para a consecução de um equilíbrio sócio-ecológico planetário. Tal concepção vem reunindo um crescente número de seguidores, fazendo com que seus pressupostos fossem aceitos acriticamente para a construção de um futuro melhor. Contudo, o desenvolvimento sustentável fica oculto em um poderoso discurso de “Proteção à Natureza”, se transforman do em “bula para salvação do mundo” e proporcionando a ilusão de representar menor agressão para com o “meio ambiente”. Este artigo, escrito no âmbito do Curso de Geografia da FERLAGOS (Faculdade da Região dos Lagos), tem como escopo realizar um balanço de dez anos – entre a publicação da monografia intitulada“A Ideologia do Desenvolvimento Sustentável no Ensino de Geografia”, de L. D. de Oliveira (2001) e as atuais experiências docentes e de pesquisa de seus autores – da adoção do Desenvolvimento Sustentável no ensino de Geografia nos níveis fundamental e médio.

Palavras-chave


Desenvolvimento Sustentável; Ideologia; Ensino de Geografia

Texto completo:

PDF

Referências


AGENDA 21. CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO. A Agenda 21. Brasília: Senado Federal, Subsecretaria de Edições Técnicas, 1996.

BRUNDTLAND, Gro Harlem. COMISSÃO MUNDIAL SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO - 1988. Nosso Futuro Comum (Relatório Brundtland). Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1988.

CASTROGIOVANNI, Antonio Castro; GOULART, Lígia Beatriz. A Questão do Livro Didático em Geografia: elementos para uma análise. In: CASTROGIOVANNI, Antonio Castro; CALLAI, Helena Copetti; SCHAFFER, Neiva Otero; KAERCHER, Nestor André (Orgs.). Geografia em Sala de Aula: práticas e reflexões. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2001. (3ª Edição).

CAVALCANTI, Lana de Souza. Geografia e Prática de Ensino. Goiânia: Editora Alternativa, 2002.

CHAUÍ, Marilena. O que é Ideologia. São Paulo: Editora Brasiliense, 1982. (9.ª Edição).

DIEGUES, Antonio Carlos. O Mito Moderno da Natureza Intocada. São Paulo: HUCITEC, 1996.

EVASO, Alexander S. BITTENCOURT Jr., Clayton; VITIELLO, Márcio A.; NOGUEIRA, Sílvia M.; e RIBEIRO, Wagner C. “Desenvolvimento Sustentável: Mito ou Realidade?” In: Geografia, Política e Cidadania. Terra Livre, n.º 11-12. São Paulo: AGB, 1992, p. 91-101.

HARVEY, David. Condição Pós-Moderna. São Paulo: Loyola, 1992.

____. O Novo Imperialismo. São Paulo: Editora Loyola, 2005.

____. O Neoliberalismo: História e Implicações. São Paulo: Edições Loyola, 2008.

JUNGSTEDT, Luiz O. C. Direito Ambiental (Legislação). Rio de Janeiro: THEX Editora, 1999.

LEMOS, Haroldo M. de. O Homem e o Meio Ambiente In: Anais do Fórum Universidade e o Desenvolvimento Sustentável. Rio de Janeiro: Fundação MUDES, 1991, p. 3-12. [Realização:UFF].

MEADOWS, Donella H.; MEADOWS, Dennis L.; RANDERS, Jorgen; BEHRENS III, W. W. Limites do Crescimento: Um relatório para o projeto do Clube de Roma sobre o dilema da humanidade. São Paulo: Editora Perspectiva, 1973.

MELO, Marcos Vinicius N. de. A Ideologia do Desenvolvimento Sustentável, na Prática do Ensino de Geografia no Ensino Médio, 2010. Monografia (Graduação em Geografia) – Instituto Superior de Educação (ISE), Faculdade da Região dos Lagos (FERLAGOS), Cabo Frio / 2010.

MOREIRA, Igor. O Espaço Geográfico – Geografia Geral e do Brasil. Editora Ática: São Paulo, 1976. (6ª. Edição)

____. O Espaço Geográfico – Geografia Geral e do Brasil. Editora Ática: São Paulo, 1999. (43.ª Edição)

____; AURICCHIO, E. (2004) Construindo o Espaço – Construindo o espaço americano. São Paulo: Editora Ática, 2004. (2.ª Edição)

OLIVEIRA, Leandro Dias de. A Ideologia do Desenvolvimento Sustentável no Ensino da Geografia. 2001. Monografia (Graduação em Geografia) – Departamento de Geografia, Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Faculdade de Formação de Professores (FFP), São Gonçalo / RJ, 2001.

____. A Ideologia do Desenvolvimento Sustentável no Ensino da Geografia. In: Anais do XIII ENG - ENCONTRO NACIONAL DE GEÓGRAFOS, 2002, João Pessoa. Por uma Geografia Nova na Construção do Brasil - Contribuições Científicas. João Pessoa: AGB, 2002.

____. O Ensino de Geografia e o Desenvolvimento Sustentável: Espectros de uma idéia dominante de nossa época. In: Anais do 7º ENPEG – ENCONTRO NACIONAL DE PRÁTICA DE ENSINO DE GEOGRAFIA, 2003, Vitória. Novos Desafios na Formação do Professor de Geografia. Vitória: AGB – Espírito Santo, 2003.

____. “ A Ideologia do Desenvolvimento Sustentável: Notas para Reflexão”. Revista Tamoios, Rio de Janeiro, UERJ - FFP, v. I, n. 2, p. 33-38, 2005.

____. A Construção do Desenvolvimento Sustentável na Cidade de Volta Redonda: Um Estudo sobre Reestruturação do Território e Ideologia, 2006. 204 p. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Departamento de Geografia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, 2006.

____. “A Construção do “Desenvolvimento Sustentável” sob a Égide do Neoliberalismo: Um Estudo sobre a Economia Política da “Crise Ambiental””. In: 5.º Colóquio Internacional Marx e Engels, 2007, Campinas. Comunicações 5.º CEMARX. Campinas, Unicamp, 2007. 1 CD-ROM.

____. A Geografia da Conferência do Rio de Janeiro-1992: Entre o Global e o Local, a Tensão e a Celebração. In: VIII ENANPEGE – Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Geografia, 2009, Curitiba. Espaço e Tempo: Complexidade e Desafios do Pensar e do Fazer Geográfico. Curitiba: ANPEGE, 2009.

____. Teses sobre o Desenvolvimento Sustentável. In: Revista Iluminart, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), Campus Sertãozinho, v. 1, p. 242-256, 2009 a.

____. A Geopolítica do Desenvolvimento Sustentável:

um estudo sobre a Conferência do Rio de Janeiro (Rio-92), 2011. 283 p. Tese (Doutorado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas – SP, 2011.

____. A Geopolítica do Desenvolvimento Sustentável na CNUMAD – 1992 (Eco-92): entre o Global e o Local, a Tensão e a Celebração. Revista de Geopolítica, Ponta Grossa – PR, v. 2, nº 1, p. 43–56, jan./jun. 2011a.

____; RAMÃO, Felipe de Souza; MELO, Marcos Vinicius N. de. Desenvolvimento Sustentável: Reflexões sobre sua prática no Ensino da Geografia. In: XI ENPEG - Encontro Nacional de Práticas de Ensino de Geografia, 2011, Goiânia. A Produção do Conhecimento e a Pesquisa sobre o Ensino de Geografia. Goiânia: UFG – Universidade Federal de Goiás, 2011.

PAIXÃO, Ricardo Antônio da. Geografia e meio ambiente. In: MOREIRA, Ruy (Org.). Geografia: teoria e crítica. Petrópolis: Vozes, 1982.

RAMAO, Felipe de Souza. A Geopolítica do Desenvolvimento Sustentável e as Transformações no Livro Didático de Geografia, 2008. Monografia (Graduação em Geografia) – Instituto Superior de Educação (ISE), Faculdade da Região dos Lagos (FERLAGOS), Cabo Frio / 2008.

____. A Incorporação do Discurso do Desenvolvimento Sustentável no Ensino de Geografia, 2010. Monografia (Pós-Graduação em Educação Básica – Modalidade: Ensino de Geografia) – Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Faculdade de Formação de Professores (FFP), São Gonçalo / RJ, 2010.

RODRIGUES, Arlete Moysés. “Desenvolvimento Sustentável: Do Conflito de Classes ao Conflito de Gerações”. In: SILVA, José Borzacchiello da; LIMA, Luiz Cruz; DANTAS, Eustógio Wanderley (Orgs.). Panorama da Geografia Brasileira 2. São Paulo: Annablume, 2006.

SOUZA, Marcelo J. L. de. O Desafio Metropolitano: Um estudo sobre a problemática sócio-espacial nas Metrópoles Brasileiras. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

VESENTINI, J.W. Para uma geografia crítica na escola. São Paulo: Editora do autor, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.